VARIEDADES ▸ HOMENAGEM

Viúva da ex-vereadora Marielle desfilará na Mangueira neste ano

A viúva da vereadora Marielle Franco, Monica Benicio, desfilará à frente da última ala da Mangueira no carnaval deste ano. A informação foi antecipada pela coluna de Ancelmo Gois no jornal O Globo.

Em entrevista ao G1 nesta sexta-feira (25), Monica contou que essa será uma oportunidade de fortalecer a lembrança e a memória de Marielle. Para ela, o convite foi uma honra, não só por ser mangueirense, mas pela escola estar levando a pauta política para a avenida.

"O carnaval é esse momento de euforia que as pessoas mascaram os problemas e o meu propósito na avenida não é estar celebrando nada, embora esteja muito honrada com o convite da Mangueira, mas, para mim, é um momento de estar reforçando a ideia da preservação da memória de Marielle", explicou Monica.

A Verde e Rosa levará para a Marquês de Sapucaí o enredo “História pra ninar gente grande”, que promete fazer uma narrativa de “páginas ausentes” da história do Brasil, repensando narrativas oficiais que foram ensinadas ao longo de gerações para os brasileiros.

Na letra do samba-enredo, o nome de Marielle é destacado:

"Brasil, chegou a vez

De ouvir as Marias, Mahins, Marielles, malês

Mangueira, tira a poeira dos porões

Ô, abre alas pros teus heróis de barracões

Dos Brasil que se faz um país de Lecis, jamelões

São verde e rosa as multidões"

Monica ainda não sabe qual será o tipo de fantasia que usará na Sapucaí — ou se será apenas uma camisa da escola — , mas afirmou que o carnavalesco Leandro Vieira entende a delicadeza do momento.

“O carnavalesco teve muito cuidado com isso na conversa que a gente teve, de estar idealizando esse propósito que não seja a grande festividade do carnaval. O convite do Leandro foi muito sensível. Quanto a isso [fantasia] ainda não sei o que ele vai fazer, mas ele está bastante empenhado com a delicadeza desse momento”, afirmou Monica.

A última ala da Mangueira, na qual Monica estará desfilando, homenageará nomes de homens e mulheres com origem nos morros, favelas e comunidades brasileiras, que romperam as barreiras sociais e alcançaram notoriedade através dos seus feitos.

Desfile será às vésperas de completar 1 ano do crime

Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, foram assassinados no dia 14 de março de 2018. O desfile da Mangueira acontecerá no dia 4 de março, às vésperas de completar um ano do crime.

"Sem dúvidas, eu acho que é uma oportunidade de estar fortalecendo essa lembrança desse 14 março que foi barbárie e o legado dela que não será esquecido e não será apagado. É uma momento muito sensível para isso", disse a viúva.

“O enredo fala, sobretudo, de representatividade. Isso é o mais importante e que hoje é uma das minhas maiores lutas. O empenho pela preservação da memória de Marielle e que ela seja essa referência para a mulher negra”, completou.

Comentários