ESPORTES ▸ DIVULGAÇÃO

Vereador aposta contra o Flamengo e perde R$ 50 mil em cidade de Mato Grosso

O suplente de vereador de Água Boa (730 km a Leste), Demilson Augusto de Carvalho, conhecido por "Bicho" (PSB), perdeu R$ 50 mil em uma aposta na vitória do time argentino River Plate contra o Flamengo, pela final da Libertadores. Os três cheques de pagamento da aposta foram compensados na manhã desta segunda-feira (25) em uma agência bancária da cidade. 

Denilson contou que decidiu fazer a aposta e foram casados os cheques - por parte dele -  chegando a quantia de R$ 50 mil. No entanto, o que deveria ficar no privado como uma aposta entre amigos foi parar nas redes sociais. 

O Flamengo venceu o River por 2 a 1 de virada no último sábado (23) e foi campeão da Libertadores da América. "Isso era uma coisa nossa, eles compensaram os cheques, fizeram foto e colocaram nas redes sociais para me prejudicar politicamente. Mas, eu sou honesto e esse dinheiro não tem nada a ver com a coisa pública. Aliás, eu sou somente suplente de vereador, ou seja, não atuo no mandato. As pessoas me conhecem, sabem que sou honesto, fiz a aposta e paguei com um dinheiro que recebi como herança da minha família", contou Denilson.

A aposta foi paga com dois cheques de R$ 20 mil cada e um de R$ 10 mil. Contra os ganhadores da aposta, ele registrou boletim de ocorrência e junto com seu advogado está investigando a origem de uma postagem difamatória sobre o caso. "Eles usaram palavras chulas e me senti contrangido, sem contar que quiseram me prejudicar politicamente, não queria que fosse dessa forma", contou. 

No boletim de ocorrência, o perdedor disse que entregou as 3 folhas de cheques para Eduardo knapp para casa a aposta com ele e outros dois amigos. Porém, foi feita a fotografia dos cheques que expôs dados pessoais do político, além do constrangimento. A mensagem, junto com os cheques diz, segundo o boletim, "se está ruim para você, imagina para o vereador Denilson Augusto de Carvalho, vulgo Bicho que apostou no River e perdeu R$ 50 mil". 

Comentários