POLÍTICA ▸ AÇÃO CIVIL

Silval, Riva, Eder, delator e mais cinco pessoas são acionados por improbidade administrativa

O Ministério Público (MPE) acionou nesta sexta-feira (16) o delator premiado e ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, o ex-deputado estadual Jose Riva, o ex-secretário de Fazenda, Eder Moraes, mais seis pessoas, um banco e uma empresa.

Conforme informações preliminares, o caso, por improbidade administrativa, julga possível dano ao erário. A íntegra da ação proposta pelo órgão ministerial ainda não foi publicada. O caso será julgado pela Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá.
 
Constam ainda como réus: Jose Bezerra de Menezes, Luiz Carlos Cuzziol, Hermes Rodrigues Pimenta, Neivan Carlos de Lima e Izabella Correia Costa. Também são acionado o China Construction Bank, antigo Banco Industrial e Comercial S.A. (Bic Banco) e a SB Gráfica e Editora Ltda.
 
Bezerra de Menezes era gerente do Bic Banco e Cuzziol (também delator premiado) atuava como superintendente. Izabela Corrêa é viúva do empresário Domingos Sávio Brandão, enquanto Hermes Rodrigues Pimenta é ex-coordenador da MT Fomento.

O Bic Banco, Silval, Eder, Riva, Bezerra e Cuzziol têm constantemente os nomes atrelados aos fatos revelados pela Operação Ararath, que investiga esquema milionário de lavagem de dinheiro. O banco atuaria para lavar valores desviados dos cofres públicos.
 
O Olhar Jurídico requisitou informações sobre a ação ao Ministério Público. Detalhes sobre valores e a estrutura do esquema ainda são aguardados.

Comentários