POLÍTICA ▸ EMBATE

Secretária de Assistência Social sai em defesa de Emanuel e diz que criticas são politiqueiras

A secretária de Assistência de Cuiabá, Hellen Ferreira, usou as redes sociais para rebater críticas feitas pela primeira-dama Virginia Mendes, esposa do governador Mauro Mendes (DEM), contra as ações sociais desenvolvidas na Capital. Virgínia chegou a classificar as medidas como pífias e sem resultado para a sociedade. Hellen, por sua vez, rebateu o tom das declarações que, para ela, são "desrespeitosas, politiqueiras e demagogas".

Hellen também classificou a postura de Vírginia, no post, como um desrespeito aos assistentes sociais da prefeitura. A secretária destaca que os trabalhadores também estão na linha de frente e se esmeram todos os dias para ajudar quem vive em situação de vulnerabilidade social. "São esses trabalhadores do Sistema Único de Assistência que são agredidos mediante tantas mentiras jogadas ao vento", escreve.

Para rebater a tese de Virgínia, que já foi primeira-dama da Capital, a secretária cita alguns números. Aponta que, em um ano, foram servidas mais de 133,2 mil refeições à população em situação de rua, além da padaria comunitária que produziu mais de 90 mil unidades. Destaca também que, apesar da pandemia de coronavírus, as equipes de assistentes sociais conseguiram atender mais de 356 mil pessoas em situação de insegurança alimentar.

"Quem tem trabalho a apresentar, como nós temos, nada teme. Pelo contrário, penso que esse fato – justamente – é o que cause grande incomodo. Cuiabá é referência nacional em ações às mulheres, na proteção e qualificação".

Por isso, ela classifica as acusações da primeira-dama como desrespeitosas, politiqueiras e demagogas. "Surgem no momento em que a população cuiabana sente na pele à desassistência do Estado, quando é deixada de lado, segregada pelas ações sociais da gestão Mauro Mendes", diz. Por fim, Hellen convida Virginia a dialogar com a Prefeitura de Cuiabá e conhecer mais de perto as ações realizadas.

Comentários