ESPORTES ▸ BRASILEIRO

Renato rasga elogios a Andreas e ao Flamengo: Foi uma atuação de gala nos primeiros 45 minutos

Desde que chegou ao Flamengo, Renato Gaúcho tem adotado um tom mais cauteloso em suas entrevistas, mas após o 3 a 1 sobre o Juventude, nesta quarta-feira, no Maracanã, ele não mediu as palavras na hora dos elogios. Principalmente para o desempenho do time no primeiro tempo.

Para o comandante rubro-negro, o que ele viu nos primeiros 45 minutos, em que o Flamengo abriu 3 a 0 de vantagem, foi uma atuação de gala. Renato acredita que a queda de rendimento na segunda etapa foi algo natural.

- Falei uma coisa no intervalo do jogo e nem deveria dizer agora: foi uma atuação de gala nos primeiros 45 minutos. E nem temos o entrosamento de uma equipe que joga partidas seguidas. O único problema no segundo tempo foi termos nos acomodado um pouquinho no placar. Quando ficamos sem o Pedro e Kenedy, a falta de entrosamento pesou bastante. No intervalo, pedi a mesma determinação, mas é uma coisa normal em qualquer clube depois que faz um placar elástico. No fim, conseguimos mais três pontos e estamos na luta - disse Renato.

Renato também elogiou muito a atuação de Andreas Pereira. Para ele, os adversários vão pensar mais antes de cometer faltas perto da área após a cobrança perfeita do camisa 18 . O meio-campista ainda colocou uma bola no travessão em outra cobrança.

- É um jogador diferenciado. Ele tem uma batida na bola muito boa. E isso vai nos ajudar bastante. Além dele ter feito um golaço de falta, pela trajetória da bola, ele colocou outra no travessão. É importante ter esse jogador em campo porque preocupa o adversário. O adversário vai pensar sempre duas vezes perto da área. É mais uma jogada mortal que temos treinado bastante. É lógico que o importante é o jogador saber bater na bola. O Arrascaeta e o Everton Ribeiro vinham batendo bem. É importante ter um jogador que bate bem, é uma jogada a mais, uma qualidade a mais.

Comentários