POLÍCIA ▸ LEI DO PRESO

Presos ficam com costas em carne viva após levarem salve de facção dentro da PCE

Circulam nas redes sociais, imagens de dois presos da Penitenciária Central do Estado (PCE), antigo Pascoal Ramos, em Cuiabá, com as costas em carne viva.  O episódio aconteceu no dia 13 de agosto, um dia após o início da Operação Elison Douglas, que promove uma reforma e faxina geral dentro da unidade prisional.

A Secretaria de Segurança Pública (Sesp), por meio da direção da penitenciária, esclareceu que diferente das acusações feitas contra o Grupo de Intervenção Rápida (GIR), que atua no local, os responsáveis pelas agressões são os próprios presos e se trata de brigas internas.

Vídeos mostram os presos espancados acusando outros detentos, identificados como ‘Borracha’ e ‘Baiano’, como sendo os agressores. Eles seriam responsáveis pelo “salve” dentro da cela.

As vítimas teriam tido problemas com uma facção que comanda o local e, por isso, recebeu o aviso. 

As agressões teriam sido feitas com cabos de energia.

Comentários