MUNDO ▸ RECADO

Presidente do Irã rejeita negociações com os EUA enquanto houver sanções

O presidente do Irã, Hassan Rohani, disse nesta segunda-feira (6) que "não faz sentido" os Estados Unidos convidá-lo para negociações ao mesmo tempo em que estabelece novas sanções ao país asiático.

Na semana passada, o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou estar disposto a encontrar Rohani. No entanto, o chefe da diplomacia dos EUA, Mike Pompeo, disse no domingo que Washington "fará cumprir as sanções" impostas ao Irã.

"Associar as negociações às sanções não faz sentido. Estão impondo sanções às crianças iranianas, aos doentes, à nação", disse Rohani em entrevista.

Ele ainda afirmou que os Estados Unidos "querem lançar uma guerra psicológica contra a nação iraniana e criar divisões entre o povo".

"Se você é um inimigo e enfia uma faca em alguém e em seguida diz que quer negociar, a primeira coisa a fazer é tirar a faca", acrescentou.

O presidente iraniano afirmou que seu país "sempre acolheu as negociações", mas os Estados Unidos devem antes provar sua boa-fé.

Comentários