ESPORTES ▸ MERCADO

Presidente do Corinthians admite sondagem a Cavani e "sonho" com Suárez e Diego Costa

Em sua primeira entrevista coletiva da temporada, o presidente Duilio Monteiro Alves confirmou que o Corinthians sondou o uruguaio Edinson Cavani, do Manchester United, e citou ainda a possibilidade de o clube "sonhar" com nomes como os de Luis Suárez, também em reta final de contrato com o Atlético de Madrid, e Diego Costa, de saída do Atlético-MG.

– O Cavani está nos seis meses de pré-contrato. Para mim, é algo muito difícil, mas tenho que tentar. Hoje acho praticamente impossível, o Manchester não deve liberar, tem a palavra do treinador, a posição do clube, mas seguimos nossa busca. O corintiano pode ter certeza de que, na hora certa, com muita responsabilidade, vamos trazer um camisa 9 à altura do nosso time – completou.

Com uma resposta negativa dos representantes de Cavani por conta da prioridade de manutenção do jogador até o meio do ano no United, o Timão tem conversado com outros nomes. Diego Costa está na pauta. Segundo o dirigente, porém, o Corinthians "não está esperando ninguém."

– Conversei com o irmão do Cavani sobre a possiblidade, acompanhávamos a vontade dele de voltar à América do Sul. Nunca foi nossa prioridade. Existe essa dúvida se prosseguia ou não no Manchester. Parou por aí, ele continua. Com o Diego Costa nunca conversei, ele tem contrato com o Atlético-MG. O que sair de diferente disso, não é verdade. Tem muitos centroavantes no mercado. Com um patrocinador nos ajudando nesta busca, o mercado fica muito grande. Temos procurado com cautela.

– Temos que melhorar muito, mas o começo já foi feito. É o primeiro passo. E isso nos faz permitir sonhar com Cavani, Suárez, Diego Costa. Então foi feita, sim, uma consulta minha pelo Cavani.

O Timão, segundo Duilio, não tem pressa para concluir as negociações com um novo centroavante:

– Estamos atrás de um centroavante de peso. Essa operação com parceiro precisa de um nome forte, para que tenha seu retorno. O Corinthians é gigantesco, não está esperando ninguém, mas estamos no mercado analisando com calma para evitar erros – afirmou.

O clube, aliás, não coloca prazos para a conclusão de uma negociação:

– Não dá para colocar um prazo, não tem também um alvo definido. O perfil eu coloquei, de jogador que tenha marketing, tenha nome. A gente conta com parceiros em termo de salários, não de compra, participações em direitos, até porque é proibido pela Fifa. Como é baseado em marketing, tem que ser um nome forte. Temos camisas 9 jogando no mundo todo. O Corinthians não está à espera de um. Desde que saiu a notícia do Cavani, se ia ou não rescindir, o Corinthians está procurando. Nosso departamento de futebol, Roberto, Alessandro, pessoal do Cifut, treinador e comissão, a gente monitora o mercado diariamente. As coisas mudam rápido.

– Nossa ideia não é esperar o meio do ano, temos competições importantes, Libertadores e Brasileiro iniciam em abril. O Paulista para nós também é importante. Vamos fazer as coisas com calma, quando tiver uma certeza, um nome que agrade e que se encaixe nessa parte de marketing. Não dá para colocar prazo nem há desespero, temos jogadores de qualidade que podem entregar o que o Corinthians precisa no momento. Reforçar essa posição é uma prioridade e todos sabem, mas sem colocar prazo e expectativa na torcida – explicou.

Comentários