POLÍTICA ▸ ALTA NOS PREÇOS

Presidente da Assembleia Legislativa diz que bloqueio de rodovias traz pânico para população

Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB) criticou o bloqueio de rodovias em Mato Grosso, organizado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ao deixar o Palácio Paiaguás nesta quarta-feira (8), o chefe do Legislativo afirmou que a situação pode causar pânico na população e elevar ainda mais os preços dos produtos.

"Eu acredito que não vai manter isso, mas se continuar vai encarecer os produtos, vai aumentar mais o preço da carne, do arroz e o feijão. Nós já estamos tendo uma dificuldade nesse sentindo e um fechamento piora ainda mais nossa economia", expressou.

Conforme noticiou o , caminhoneiros continuam com 6 bloqueios em diversas rodovias de Mato Grosso. A manifestação prolongou os atos que começaram no feriado da Independência do Brasil, celebrado no dia 7 de setembro. Durante a manhã, um caminhoneiro chegou a ser preso após furar uma barreira e quase atropelar um manifestante na MT-010, no município de São José do Rio Claro (315 km de Cuiabá).

No fim da tarde, o Sindipetróleo (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso) emitiu nota negando que a situação possa levar ao desabestecimento de combustíveis no estado. Diante do atual cenário, Russi afirmou que os atos "não levam a lugar nenhum". O parlamentar também defendeu que as discussões políticas devem ser feitas com maturidade e sem trazer o caos para os mato-grossenses.

"O trancamento nesse momento não vai levar a lugar nenhum, só vai fazer subir mais os preços dos produtos e trazer o caos. Esperamos que tenham maturidade, para que, de forma democrática possamos escolher o melhor para o nosso país através das eleições", finalizou.

Comentários