POLÍCIA ▸ CAÇA ILEGAL

Prefeito em Mato Grosso é preso com armas e animais silvestres abatidos em Hilux

O prefeito por Nova Marilândia (392 km da Capital), Juvenal Alexandre da Silva (PSDB), 58 anos, foi detido em flagrante durante a noite dessa quinta-feira (06) por porte ilegal de arma de fogo e caça predatória de animal silvestre em Barra Bugres (168 km da Capital).

Com o prefeito foi preso ainda o servidor público Genivaldo da Silva Leite, 48 anos, que atua como motorista, além de mais dois homens, identificados como Edilson Rodrigues Da Costa, 47, e Valdeir Silva Leite, 41.

De acordo com a ocorrência, a equipe do Batalhão Ambiental realizava barreira policial na estrada que dá acesso à Comunidade São Mateus quando deu ordem de parada ao motorista de uma caminhonete Toyota Hillux, com mais três homens.

Foi iniciado o procedimento de vistoria no veículo quando os militares encontraram a primeira arma de fogo, uma espingarda calibre 20, com dois cartuchos intactos. Depois encontraram um revólver calibre 38 com seis munições intactas, um rifle calibre 22, com carregador municiado e seis munições intactas, além de uma espingarda calibre 36 com uma munição intacta.

Em inspeção na carroceria estavam duas pacas abatidas dentro de sacos plásticos.

Após a identificação de todos os envolvidos, o proprietário do revóvler 38 disse ter o registro da arma, no entanto, não estava portando o documento naquele momento.

Os policiais foram até uma balsa na região, onde encontraram produtos usados na prática de caça de animais silvestres, como lanternas, redes e facões.

Os acusados não assumiram serem donos dos animais mortos.

Diante do flagrante, todos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidos pelo delegado de plantão e ficaram aguardando os procedimentos cabíveis ao caso.

Comentários