POLÍCIA ▸ CRIME

Polícia investiga suposto caso de aborto em Várzea Grande; adolescente está na UTI

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) abrirá um inquérito policial (IP) para apurar um suposto aborto provocado que teria ocorrido no bairro Novo Mato Grosso, em Várzea Grande. A mãe do feto seria uma adolescente de 16 que é usuária de maconha. A menor encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Helena, em Cuiabá.

Policiais disseram que foram acionados para fazer uma liberação de um natimorto na unidade de saúde. No local, os agentes constataram que a adolescente, identificada A.B.F.S.B, foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

No hospital, a equipe médica levantou a hipótese de que o aborto foi provocado. Diante disso, a equipe da DHPP foi acionada.

Ao ser questionada, a mãe da jovem disse que a adolescente é usuária de drogas e que ela tem histórico de convulsão.

Depois da chegada ao hospital, o médico observou que a menor estava com pressão alta e se sentindo mal.

A jovem foi medicada, sedada e entubada na UTI.

O caso será investigado pela DHPP. Nos próximos dias, a mãe da adolescente deverá prestar depoimento à Polícia Civil.

Comentários