POLÍCIA ▸ GOLPISTA

Polícia Civil prende estelionatário que aplicou golpes na cidade de Poconé

Um homem que usava documentos falsos para aplicar golpes no INSS foi preso pela Polícia Civil, na quinta-feira (08), em Água Boa (730 km a Leste). O suspeito, de 36 anos, que utilizava muletas e estava com a perna engessada para simular a lesão, foi flagrado com três documentos com nomes diferentes.

As investigações iniciaram após os policiais da Delegacia de Água Boa receberem denúncia anônima de que o suspeito usava documentos falsos para acessar o benefício do INSS. Com base nas informações passadas, os investigadores realizaram a abordagem do suspeito que usava muletas e estava com a perna direita engessada.

Em revista pessoal, foram encontradas três Carteiras Nacionais de Habilitação com nomes diferentes. Após a abordem policial, o suspeito deixou as muletas de lado de parou de mancar. Ele foi conduzido a Delegacia de Água Boa, onde interrogado pelo delegado Gutemberg de Lucena confessou que produzia os documentos falsos, com dados de outras pessoas que ele pesquisava na Interntet.

Segundo o delegado, o estelionatário tinha antecedente por uso de documento falso em Poconé e confessou que também já havia aplicado golpes em outros estados. “Além dos documentos, o suspeito também fabricou o gesso que utilizava para simular a lesão e solicitar o auxílio-doença ao INSS e confirmou que já tinha conseguido, através da fraude, obter o benefício cerca de 8 vezes anteriores”, disse o delegado.

"Na data de hoje demos cumprimento a um mandado de busca e apreensão, determinado pelo juiz da comarca de Nova Monte Verde, que culminou com a apreensão de um caminhão produto de estelionato na cidade de Poconé", apontou o delegado frisando que o suspeito foi detido em posse de armas, de fogo e de pressão, que passarão por perícia para verificar a possibilidade de haver adulterações.

Comentários