CIDADES ▸ ALERTA

Pesquisa feita com pássaros aponta prejuízos ocasionados pela poluição

Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Câmpus Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, com pássaros da espécie Pardal, aponta que os índices de poluição ocasionada pelos carros aumentou na última década. Aproximadamente 240 aves foram analisadas em três pontos extremos da cidade.

De acordo com a professor e pesquisador Fabio Angeoletto, os pardais não costumam voar grandes distâncias, por isso, foi possível avaliar a condição dessas aves em lugares específicos e assim, medir os prejuízos da poluição nesses indivíduos.

O estudo, desenvolvido pelo estudante de pós-graduação em Geografia, Deleon da Silva Leandro, detectou que regiões da cidade que são mais afetadas pela poluição, a partir da coleta de sangue dos pardais.

Os pássaros analisados estavam em pontos extremos. Alguns na zona mais industrializada, próximo à rodovia, consequentemente com maior fluxo de veículos. Outros dois pontos incluem avenidas bastante movimentadas da cidade, porém com menor tráfego de caminhões.

O quarto ponto, chamado ponto central, era na zona rural, onde os índices de poluição são menores. Esse ponto era a base comparativa para os demais.

Comentários