POLÍTICA ▸ VÁRZEA GRANDE

Partido oficializa pré-candidatura em VG de ex-prefeito cassado e delatado por Silval Barbosa

O Partido Verde oficializou, em reunião realizada na noite desta segunda-feira (28), a pré-candidatura do médico e ex-prefeito Wallace Guimarães para a disputa da prefeitura de Várzea Grande, que irá acontecer no mês de novembro este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus.

O médico já foi eleito como prefeito do município com quase 50 mil votos no ano de 2012, derrotando inclusive a atual prefeita Lucimar Campos (DEM), mas acabou tendo o mandato cassado em 2015, sob a acusação de caixa 2.
 
Ainda pesa contra o prefeito uma condenação de mais de 12 anos de prisão, pela acusação de um suposto desvio de R$ 2 milhões dos cofres públicos para promover sua campanha, fato que foi delatado pelo ex-governador Silval Barbosa.
 
Para o presidente do PV em Várzea Grande, Luiz Antonio Oliveira, a candidatura de Wallace ao Executivo trará uma opção com experiência a população várzea-grandense e ampliará as chances do partido em eleger até cinco vereadores.
 
"Dr. Wallace é uma pessoa experiente, com trabalhos prestados ao município, já foi testado pelas urnas e eleito duas vezes vereador, outras duas vezes deputado estadual e uma vez prefeito de nossa cidade”, disse durante a reunião.
 
"Vamos levar para os munícipes uma opção de candidato a prefeito capacitado, comprometido, experiente e com serviços prestados, um morador há mais de 30 anos de Várzea grande, como médico, é uma pessoa humana e comprometida com a saúde pública" afirmou.
 
A cidade de Várzea Grande, que não poderá contar com mais uma reeleição de Lucimar Campos, já tem como pré-candidatos ainda não oficiais, o deputado federal Emanuelzinho (PTB), filho do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o empresário Flávio Vargas (PSB), além de Wallace.
 
O grupo liderado pelo senador Jayme Campos (DEM), uma das maiores lideranças políticas do município, ainda não anunciou quem irá para a disputa pela sucessão de Lucimar.

 

Comentários