VARIEDADES ▸ NOVELA

Pantanal: Fortes chuvas atrasam reta final das gravações da novela

A equipe de Pantanal não gravou 100% das cenas previstas no planejamento inicial antes do fim do período dos trabalhos em Aquidauana, a 141 quilômetros de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.

A produção da próxima novela das nove deixou a região no último fim de semana, segundo informações da jornalista Patricia Kogut, do jornal O Globo. A falha foi provocada pelas fortes chuvas na cidade.

Algumas das cenas definidas para Aquidauana foi revista e adaptadas para o Rio de Janeiro. Outras foram adiadas para o mês de abril, um mês depois da estreia na TV aberta.

A direção do folhetim escrito por Benedito Ruy Barbosa e adaptado por Bruno Luperi conversou com o elenco para uma nova viagem para a região, desta vez para Poconé, no Mato Grosso.

Estrutura de peso para Pantanal

A Globo alugou 6 fazendas da região de Aquidauana. Algumas das propriedades foram alugadas para hospedagem e as outras se tornaram set de filmagem.

O canal transformou um espaço de uma das fazendas em um galpão reservado para todos os itens usados nas gravações.

“Quando você respeita o lugar, ele te dá frutos. Eu acho que é isso que estamos conseguindo: muito respeito, muito carinho com o Pantanal, tentando impactar da menor forma possível. Tudo está dando certo. Apesar das condições climáticas e da difícil logística, nós estamos conseguindo”, contou Rogério Gomes, diretor artístico de Pantanal, ao G1.

José Leôncio da primeira fase da novela, o ator Renato Góes falou sobre o trabalho. “Pisar nesse chão, entender qual é esse tempo do Pantanal. Aqui tem uma vista mais longa, um tempo mais calmo, e só chegando aqui para conseguir aproveitar e levar para novela. Estou aqui há vinte dias, demorei quinze para entender o lugar, mas agora não tem mais volta”, expôs.

Comentários