POLÍCIA ▸ TRÁFICO DE DROGAS

Operação da PF prende quatro pessoas em Cuiabá; advogado é alvo

Um advogado de Cuiabá foi alvo de uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira (8) para cumprimento de mandados judiciais contra o jurista. Ele foi preso na operação e alvo de busca e apreensão.

Ao todo, segundo as informações, são quatro mandados de prisão sendo cumpridos na manhã de hoje. São duas mulheres e dois homens, entre eles o advogado.

As informações são de que a operação investiga esquema de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

A Ordem dos Advogados do Brasil garante que não foi previamente comunicada pela Polícia Federal. "A OAB não tem conhecimento. A operação foi deflagrada sem conhecimento prévio da Ordem. Não sei contra quais advogados, quais são os fatos investigados, só sei que há uma operação contra um advogado e a OAB não foi formalmente informada. Não tivemos conhecimento nenhum. Inclusive, vamos representar junto à superintendência", disse ao FOLHAMAX, o advogado Leonardo Bernazzolli, presidente da Comissão Direito Penal e Processo Penal da OAB-MT.

O Tribunal de Defesa das Prerrogativas do Advogado precisa ser informado com antecedência nesse tipo de situação para acompanhar o cumprimento de qualquer mandado judicial contra advogados para averiguar se suas prerrogativas profissionais são respeitadas. Como isso não aconteceu, o presidente do TDP informa que vai representar contra a superintendência da PF em Cuiabá.

Comentários