POLÍTICA ▸ ELEIÇÕES 2022

Neri diz que não tem duas noivas na aliança para disputa ao Senado Federal em Mato Grosso

O deputado federal, Neri Geller (PP) descartou, na noite de segunda-feira (16), a possibilidade de integrar uma aliança com múltiplos nomes na disputa por uma vaga no Senado Federal nas eleições deste ano.

"Não tem duas noivas, a disputa é majoritária e só tem uma vaga", disse durante evento de aniversário de 155 anos de Várzea Grande.

Na semana passada, um parecer assinado pelo vice-procurador geral, Paulo Gustavo Gonet Branco, feito a pedido do deputado federal de Goiás, o Delegado Waldir (PL), abriu caminho para que o governador Mauro Mendes (União Brasil) coloque em seu palanque os dois candidatos ao Senado por Mato Grosso, sendo Neri e Wellington Fagundes (PL).

O Chefe do Executivo Estadual tem sido pressionado para escolher quem ele deverá apoiar nas eleições de outubro. Entretanto, Mauro já afirmou que vai se decidir sobre o assunto somente nas convenções.

Na entrevista, Neri disse que já sabia dessa interpretação do parecer da PGE, mas descartou a possibilidade. Ele ainda enfatizou que segue construindo sua candidatura e que depois buscará apoio de Mauro.

“Eu não vou entrar nessa discussão, estou entrando numa candidatura ao Senado com o apoio do PP, MDB e PSD e nessa linha que vou ir, vou consolidar o meu grupo, cada vez mais forte e a majoritária vamos discutir quando Muro decidir sobre a reeleição”, declarou.

“Nunca forcei a barra, vou trabalhar minha candidatura pela força do meu trabalho e aquilo que estou construindo. Ajudei muito o governo federal e Mauro”, completou deputado.

Comentários