ESPORTES ▸ LUTA LIVRE

Morte do presidente dos Emirados Árabes adia evento de boxe com Anderson Silva e Mayweather

O evento de boxe Global Titans Fighting, que aconteceria em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, com lutas entre os brasileiros Anderson Silva e Bruno Caveira, além da presença de Floyd Mayweather como atrações principais, foi adiado. O motivo foi o falecimento do Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan, presidente do país, nesta sexta-feira.

O evento teria a transmissão do canal Combate. Uma nova data tem sido debatida neste momento pela organização. A estrutura no heliponto do hotel estava toda pronta e nesta sexta-feira aconteceria a pesagem oficial.

A causa da morte do presidente, que tinha 73 anos, ainda é desconhecida. O país terá luto oficial de 40 dias, com a bandeira sendo erguida a meio-mastro durante o período. Todos os eventos no país foram suspensos ou adiados e o expediente, segundo o Ministério de Assuntos Presidenciais, tanto nos órgãos oficiais quanto nas empresas privadas, está suspenso por três dias a contar desta sexta-feira. Khalifa bin Zayed Al Nahyan é meio-irmão do Xeque Mansour, bilionário que comprou o Manchester City em 2008.

O Global Titans Fighting contaria com quatro lutas de exibição de boxe no heliponto do icônico hotel Burj Al Arab, em Dubai. Na luta principal estava agendado o duelo entre Floyd Mayweather e Don Moore. Antes disso ainda lutariam a lenda do MMA Anderson Silva contra o compatriota e lutador de MMA Bruno "Caveira" Machado. As outras duas lutas seriam entre Delfine Parsoon e Maiva Hamadouche, e com Badou Jack e Hany Atiyo.

Anderson Silva postou em suas redes sociais sobre o falecimento do Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan.

Comentários