MUNDO ▸ VACINAÇÃO

México aprova uso emergencial da vacina da AstraZeneca e de Oxford contra Covid-19

O México concedeu nesta segunda-feira (4) autorização emergencial para o uso da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

É o segundo imunizante autorizado pela Comissão Federal de Proteção contra Riscos Sanitários (Cofepris), a agência reguladora do país. No dia 24, o México começou a vacinar seus profissionais de saúde com a vacina da Pfizer e da BioNTech. Segundo o governo, cerca de 30 mil já foram imunizados até este domingo (3) - um quarto do esperado na primeira etapa.

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse que até a primeira quinzena de janeiro está prevista a vacinação de entre 700 mil e 750 mil profissionais de saúde na linha de frente do combate à pandemia.

Comentários