CIDADES ▸ ABSURDO

Médico é acusado de cobrar R$ 150 por receita no Hospital Municipal de Cuiabá

A filha de uma paciente denunciou a venda desse formulário de receita em Cuiabá. De acordo com a denunciante que prefere não se identificar por medo de represálias, o médico que atende a mãe dela disse que o formulário estava em falta na rede pública do município.

Ele sugeriu que ela fosse ao consultório particular, entretanto, a receita custaria R$ 150. A mulher fez a denúncia à ouvidoria do município.

Porém, a Secretaria Municipal de Saúde informou que não há registros dessa situação no sistema de comunicação da ouvidoria. Ainda assim, o secretário disse que investigará o caso.

De acordo com a denúncia feita pela família da paciente, o médico em questão, trabalha no Hospital Municipal de Cuiabá. No entanto, há suspeitas de que médicos de outras unidades públicos tenham o mesmo comportamento.

A receita azul é prescrita para pacientes que usam remédios controlados, geralmente de uso contínuo. Na rede pública a receita deve ser entregue de graça.

A secretaria de Saúde nega que o formulário esteja em falta no município. O Conselho Regional de Medicina também foi informado e enviou fiscais até a unidade de saúde para verificar a situação.

O Conselho reforça que as denúncias são importantes para combater esse tipo de prática, que é ilegal. Caso a denúncia seja confirmada, o médico pode ter o registro cassado.

Comentários