POLÍCIA ▸ FACÇÃO

Mãe é presa por negociar venda de filho de três meses em Várzea Grande

Uma mulher acionou a Polícia Militar nesta segunda-feira informando que estava sendo ameaçada pela filha, que seria membro de uma facção criminosa e estava tentando negociar a venda de seu neto, um bebê de apenas três meses. O caso foi registrado em Várzea Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, a avó tem a guarda temporária do neto, pois a mãe é menor de idade e usuária de drogas. Ela relatou ainda que a filha foi até a residência e quis pegar a criança a força.

Após a negativa, a suspeita afirmou ser membro de facção e que acionaria os membros para irem até o local matar a mãe. Depois da chegada da Polícia Militar, ela disse que soube por terceiros que o neto estava envolvido em uma negociação, e que seria vendido.

Diante disto, a mulher foi conduzida para a delegacia.

Comentários