NACIONAL ▸ EFEITO

Lua vista de Mato Grosso do Sul fica vermelha por conta de incêndios e poeira

Os incêndios e a poeira deixaram a lua com um tom mais "avermelhado" em Mato Grosso do Sul nos últimos dias. Segundo a especialista em meteorologia do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul (Cemtec), Franciane Rodrigues, a coloração do satélite é indicativo do quanto a atmosfera está poluída, principalmente pelas partículas das queimadas.

"É um efeito físico. A luz refletida pela lua interage com a poluição atmosférica no comprimento de onda da luz vermelha, uma vez que as partículas tem um tamanho grande se comparado a outros gases da atmosfera. Dentro da física atmosférica, o fenômeno têm esse efeito é denominado como espalhamento Mie", explica.

Conforme Franciane, quanto mais ao horizonte a lua se encontrar, mais vermelha vai parecer, por conta do reflexo da luz nas partículas de poluição. Além disso, existem outros fatores que podem alterar a coloração da lua: "Condições meteorológicas, a falta de chuvas e o transporte de poluição da região amazônica que chega no estado também contribuem para o fenômeno", explica.

O modo como a lua está sendo visualizada em Mato Grosso do Sul acaba refletindo o quadro atual do estado. Enfrentando uma estiagem prolongada, com baixa umidade relativa do ar em vários municípios, os incêndios em vegetação têm se alastrado, principalmente na região do Pantanal.


Com mais de 1 milhão de hectares de vegetação destruídos, o governo do estado decretou na semana passada situação de emergência. Até por volta do meio dia desta terça-feira (17), o próprio Cemtec contabilizava 2.318 focos de calor no estado.

Ajuda para combater incêndios
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou nesta última terça-feira (16) que o estado irá receber apoio logístico e recursos financeiros do Governo Federal para intensificar o combate aos focos de calor em Mato Grosso do Sul. O estado que decretou na quarta-feira passada (11), por 180 dias, situação de emergência em razão do grande número de queimadas, terá ajuda da União que irá ceder aeronaves do Exército e equipes de brigadistas do Ibama, além de uma verba específica.

Comentários