NACIONAL ▸ DECISÃO

Justiça anula condenação de Eduardo Cunha e Henrique Alves na Operação Sépsis

A condenação dos ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Alves (MDB-RN) por um esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal foi anulada pela Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

A decisão foi tomada após os desembargadores aceitarem o argumento da defesa de Henrique Alves de que o caso deveria tramitar na Justiça Eleitoral, porque envolvia suspeitas de crimes eleitorais. Com isso, o processo será enviado à Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte para que seja reiniciado.  

Em junho de 2018, Eduardo Cunha foi condenado a 24 anos de prisão por corrupção e lavagem. Já Henrique Alves recebeu a pena de oito anos de detenção por lavagem de dinheiro. 

Comentários