POLÍTICA ▸ ELEIÇÕES 2020

Julier diz que Abílio usa VI na campanha e vereador lembra casos de corrupção no PT

Além de ter forte embate com Gisela Simona (Pros), Abílio Júnior (Podemos) também trocou acusações com Julier Sebastião (PT) no primeiro debate entre os candidatos à Prefeitura de Cuiabá, realizado pela TV Vila Real, nesta quinta (15).

O embate entre os adversários teve como plano de fundo questões ideológicas: Abílio no campo da direita e Julier na esquerda.

Após ataques ao PT, Julier acusou Abílio de estar usando a estrutura de seu gabinete na Câmara de Cuiabá para fazer campanha. Logo no início do programa, o petista, durante pergunta direcionada a outro candidato, questionou o que o vereador e seu vice, Felipe Wellaton (Cidadania) – também vereador – estavam fazendo com a verba indenizatória que recebem no Legislativo, durante o período de campanha. Hoje, os parlamentares recebem R$ 18 mil de VI e salário é de R$ 15 mil.

Em outro momento, quando usou direito de resposta dado por conta de um ataque feito por Abílio, o petista afirmou que Abílio e Wellaton usam a estrutura de seus gabinetes para pedir voto. “Fui ofendido pelo candidato que foi um candidato do Emanuel em 2016, estava no bolso do paletó há 4 anos e que está fazendo campanha em 2020 sem pedir licença na Câmara de Vereadores. Com estrutura de vereador, 30 assessores fazendo campanha, sem abrir mão de verba indenizatória. Isso também é um a forma de corrupção".

O direito de resposta ao petista foi motivado pela fala de Abílio, que criticou o fato de Julier ser do partido de Lula, que chegou a ficar preso por condenação na Lava Jato. Sem citar nome, mas fazendo alusão ao ex-presidente, o candidato questionou o fato de o petista, juiz aposentado, ter participado de live com “um corrupto”.

“Nós temos um ex-juiz que disse ter combatido a corrupção, mas faz uma live para lançar candidatura com um corrupto. Faz parte de um partido que a presidente foi afastada por pedalada fiscal e o ex-presidente, do mesmo partido, foi preso por corrupção”, disparou Abílio.

Os adversários ainda protagonizaram troca de ataques sobre as propostas de Julier em finalizar as obras do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e a fala de Abílio em relação a Gisela.

Comentários