CIDADES ▸ COBRANÇA

Guias de Turismo cobram segurança no Mirante, em Chapada dos Guimarães

Turistas e guias de turismo têm reclamado do aumento de furtos em pontos de Chapada dos Guimarães. As principais ocorrências acontecem no Mirante do Centro Geodésio da América do Sul, situado às margens da rodovia MT-251.

Há anos o local foi interditado para a criação do Monumento Natural Centro Geodésico da América Latina. Localizado em área privada, o processo de desapropriação do local já se arrasta há anos e, nesse meio tempo, o mirante está abandonado, sem nenhuma infraestrutura e segurança.

Mesmo fechado para visitação, as pessoas insistem em irem ao local para apreciar a vista privilegiada que o mirante oferece. O fácil acesso e a entrada gratuita também são fatores que contribuem para o grande volume de visitação.

Um dos guias de turismo afirma que, antes da interdição, as pessoas entravam no espaço de carro e o estacionavam perto de onde ficariam apreciando a vista. Com o fechamento, os veículos são deixados na beira da estrada, longe da vista dos turistas, o que facilita a ação dos criminosos.

Comentários