POLÍTICA ▸ CORONAVAC

Gilberto Figueiredo rebate petista e nega perda de 70 mil doses em Mato Grosso

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, negou que 70 mil doses da CoronaVac tenham sido ‘perdidas’ em Mato Grosso. Segundo análise do deputado estadual Lúdio Cabral (PT), além dos imunizantes perdidos, a aplicação da 2ª dose da vacina está atrasada para 39 mil mato-grossenses.

“Acabo de concluir uma análise sobre a aplicação da CoronaVac em Mato Grosso.

"39 mil pessoas com a 2ª dose atrasada por falta de vacina ao mesmo tempo em que foram perdidas mais de 70 mil doses", disse o deputado.

Ao , Gilberto Figueiredo disse que as 70 mil doses não foram perdidas. A situação se trata, na verdade, de “defasagem do lançamento dos registros pelos municípios”.

Já em relação as 39 mil pessoas com aplicação da segunda dose atrasada, o secretário pontuou que a nova remessa de vacinas que chegaram nesta sexta-feira (18) em Mato Grosso irá suprir a necessidade.

Lúdio afirma que irá cobrar explicações do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado e das secretarias municipais de Saúde de Mato Grosso. “É inadmissível o desperdício de doses por qualquer motivo”, argumenta.

Comentários