MUNDO ▸ ALERTA

Furacão Dorian: EUA ordenam que 1 milhão de pessoas deixem suas casas

 O furacão Dorian, um dos mais poderosos já registrados no Oceano Atlântico, apresentou sinais de enfraquecimento nesta terça-feira, após castigar as Bahamas, provocando devastação e enchentes nas ilhas de Abaco e Grande Bahama. A água atingiu o segundo andar de alguns edifícios e deixou pessoas ilhadas.

A expectativa é que o Dorian avance para o litoral dos Estados Unidos, onde as autoridades ordenaram que mais de um milhão de pessoas deixem suas casas.

Nas Bahamas, autoridades locais afirmam que ao menos cinco pessoas morreram e 21 feridos foram transportados para a capital por helicópteros da Guarda Costeira dos Estados Unidos.
"Estamos em meio a uma tragédia histórica", afirmou o primeiro-ministro das Bahamas, Hubert Minnis, ressaltando que o país sofreu uma "devastação extensa e sem precedentes". "Nossa missão agora é nos concentrarmos nas buscas, resgates e recuperação", afirmou.

Fortes chuvas continuam a castigar as ilhas no noroeste das Bahamas. Na manhã desta terça-feira, os ventos diminuíram de velocidade, chegando a 193 quilômetros por hora, rebaixando o furacão para a categoria 3 na escala Saffir-Simpson, que vai de 1 a 5.

Comentários