POLÍCIA ▸ INGRATO

Filho adotivo se revolta por falta de almoço e tenta matar mãe a marretadas em Várzea Grande

Uma mulher de 59 anos foi atacada pelo filho adotivo que ela teria criado desde quando ele nasceu. O homem, de 26 anos, foi preso depois de tentar matar a tia com golpes de marreta, dentro de casa, no bairro Jardim Marajoara, em Várzea Grande.

O crime foi cometido na tarde de segunda-feira (09) e o motivo seria que a vítima não teria preparado o almoço no tempo correto para o agressor. Segundo o boletim Pronto-Socorro do município, onde ela está internada, o seu estado de saúde é grave.

Ela sofreu afundamento de crânio e perda de massa encefálica. A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar ao local, encontrou o agressor já detido por populares e uma marreta suja de sangue. 

Haviam também marcas de sangue pelas paredes e no chão da residência. O agressor foi algemado e levado à delegacia e vai responder por tentativa de homicídio.

Comentários