MUNDO ▸ SECA

EUA têm evacuações no oeste por causa de grandes incêndios e previsão de raios

O oeste dos Estados Unidos, atingido por uma seca extrema, se prepara para mais destruição em função de incêndios florestais, diante da impossibilidade de conter um grande desastre que avança no sul do estado de Oregon e das previsões de tempestades de raios na Califórnia.

Batizado de "Bootleg" o enorme incêndio perto da fronteira do Oregon com a Califórnia, cresceu da noite para a manhã de sexta-feira para 97.124 hectares, uma superfície maior que a cidade de Nova York. O fogo, que representa o maior incêndio ativo nos EUA, foi apenas 7% contido até o momento.

Dezenas de casas foram destruídas e pelo menos 2.000 pessoas tiveram que ser evacuadas às pressas.

"O perímetro do incêndio Bootleg tem mais de 200 milhas (cerca de 320 km) de extensão, é uma enorme quantidade de linha (de contenção) para formar e manter", explicou o comandante dos bombeiros, Rob Allen.

"Continuamos usando todos os recursos, de escavadeiras a caminhões-pipa, para intervir onde é seguro fazê-lo, especialmente com o calor, a seca e o vento que se espera que piorem no fim de semana", acrescentou.

Mais ordens de evacuação foram emitidas na noite de quinta-feira, após os bombeiros terem que se retirar de áreas com chamas de crescimento rápido e "condições extremas de incêndio" a leste do incêndio, que eclodiu há 10 dias e cresceu em cerca de 404 hectares por hora desde então.


"Eu vi as chamas se espalhando pela encosta do penhasco a cerca de um quilômetro de nossa casa e recebi uma ligação me dizendo para fazer as malas e ir embora", revelou Frank Lee Smith, residente do condado de Klamath, à AFP. "Então enchi o caminhão com tudo o que pude e com os dois cachorros e partimos."

A situação deve piorar no final de semana, apesar da mobilização de quase 2.000 bombeiros.

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, anunciou o envio de reforços para Oregon, ao mesmo tempo em que enfatizou os vários incêndios que os bombeiros da Califórnia já combatem.

Mudança climática
Precisamente na Califórnia, o cientista climático Daniel Swain alertou que o risco de incêndios florestais causados por raios secos previstos para este fim de semana é "bastante alto".

Comentários