MUNDO ▸ UNIÃO

EUA, Austrália e Reino Unido anunciam nova aliança estratégica na região do Indo-Pacífico

Diante da crescente influência da China na região do Indo-Pacífico, os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (15) uma nova aliança com Austrália e Reino Unido para fortalecer as capacidades navais na região, com uma nova frota australiana de submarinos de propulsão nuclear.

O anúncio, realizado por videoconferência pelo presidente Joe Biden, o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, e seu contraparte britânico, Boris Johnson, certamente vai irritar a França, que tem negociado uma venda bilionária de submarinos convencionais para a Austrália.

A empresa de defesa Naval Group, com sede na França, expressou sua "profunda decepção" com a notícia da iniciativa, que pareceu deixar de lado o acordo franco-australiano.

Biden disse que os esforços para permitir que a Austrália construa submarinos de propulsão nuclear vão garantir que tenham "as capacidades mais modernas que precisamos para manobrar e nos defender de ameaças em rápida evolução".

Os submarinos não estarão dotados de armas nucleares, só serão propulsionados por reatores nucleares, enfatizaram os três líderes.
Embora Biden, Morrison e Johnson não tenham mencionado a China ao revelar a nova aliança, chamada AUKUS, sua intenção era clara.

"Nosso mundo está se tornando mais complexo, especialmente aqui na nossa região, a do Indo-Pacífico. Isso afeta todos nós", disse Morrison.

Comentários