MUNDO ▸ FOTO

Estado de saúde do ditador da Coreia do Norte é alvo recorrente de especulação

A saúde do líder norte-coreano Kim Jong-un há muito tempo é alvo de especulações e curiosidade na vizinha Coreia do Sul, que tem de conviver com seu ameaçador exército de 1,2 milhão de soldados e seu crescente arsenal de mísseis e armas nucleares.

Ele ganhou ainda mais peso? Ele está lutando para respirar depois de caminhadas relativamente curtas? E aquela bengala? Por que ele perdeu aquela importante agenda de Estado?
Agora, o ditador de 37 anos é tema de novas especulações sobre sua saúde. Desta vez, porque ele está visivelmente mais magro.

A saúde de Kim é importante para Seul, Washington, Tóquio e outros governos do mundo porque ele não definiu publicamente um sucessor que controlaria o programa nuclear norte-coreano caso fique incapacitado.

A Coreia do Norte, que não tem um mínimo de transparência sobre o funcionamento interno de sua liderança, ao longo do ano passado se fechou ainda mais para se proteger contra a pandemia do coronavírus.

Em imagens recentes da mídia estatal, incluindo as publicadas na quarta-feira, Kim parece ter perdido muito peso.
A pulseira de seu relógio sofisticado está mais apertada e seu rosto mais fino. Alguns observadores dizem que Kim -- que tem cerca de 1,70 metro de altura e pesaria anteriormente 140 kg -- pode ter perdido cerca de 10 a 20 kg.

Comentários