ESPORTES ▸ BRASILEIRO

Equipe do Cuiabá anuncia Jorginho Campos como novo técnico para o Brasileirão 2021

 Após um mês no mercado da bola, o Cuiabá Esporte Clube anunciou na manhã deste sábado (03) o novo técnico que comandará a equipe na sequência do Brasileirão. A diretoria fechou acordo com o ex-treinador do Atlético-GO, Jorginho Campos, de 56 anos. O novo comandante terá como o principal objetivo na temporada manter o time na elite do futebol brasileiro.

Jorginho desembarcou na manhã deste sábado em Cuiabá e já comanda o primeiro treinamento com o grupo à tarde. A estreia à beira do gramado será na quarta (07), diante do Red Bull Bragantino, fora de casa. Vale destacar que o profissional não era primeira opção do clube, que recebeu negativas de outros professores.

Perfil

Natutal do Rio de Janeiro, o treinador já trabalhou com o atual auxiliar fixo do Cuiabá, Luiz Fernando Iubel, e tem passagens por clubes como Flamengo, Vasco, Ponte Preta e Bahia, dentre outros. No futebol goiano, também chegou a comandar o Goiás em 2010, tendo participado da campanha do vice da Copa Sul-Americana, assim como do rebaixamento na Série A.

Longe do Brasil, Jorginho já trabalhou no futebol do Japão e dos Emirados Árabes. Após começar a carreira de técnico no América-RJ, o professor foi auxiliar de Dunga na seleção brasileira entre 2006 e 2010 e esteve na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. Além disso, o técnico também vestiu a camisa de grandes clubes e foi campeão com o Brasil no Mundial de 1994, nos Estados Unidos.

Jorginho permaneceu um tempo afastado do futebol, quando resolveu exercer a função de comentarista esportivo no SBT. No entanto, o professor retornou aos gramados para comandar o Dragão, mas pediu demissão do clube antes do início da Série A deste ano. O técnico deixou o cargo após 13 jogos no comando da equipe. Ao todo, foram 71% de aproveitamento por lá, com oito vitórias, quatro empates e uma derrota na condução do Rubro-Negro.

No Cuiabá, Jorginho terá a missão de tirar o time da parte de baixo da tabela e fazer com que a equipe mato-grossense permaneça na Série A. Ainda sem vencer na competição, a equipe fez seis jogos na Série A, sendo quatro empates e duas derrotas, ocupando a zona do rebaixamento com dois jogos a menos na tabela.

No domingo (04), diante do Atlético-MG, na Arena Pantanal, o Dourado ainda será comandado pelo auxiliar Iubel,  que assumiu o time logo após a demissão polêmica de Alberto Valentim na estreia do Dourado no Brasileirão.

Comentários