ESPORTES ▸ CAMPEÃO

Equipe do Bate Forte sagra-se campeão do Campeonato Poconeano 2018

A equipe do Bate Forte sagrou-se o grande campeão de 2018 do Campeonato de Futebol Amador Masculino, promovido pela Prefeitura Municipal, através do Departamento de Esportes e Lazer do município de Poconé (104 km de Cuiabá).

A vitória por 2 a 1 que garantiu a conquista do título foi em cima da equipe do João Godofredo em jogo muito disputado até o último minuto.

O palco decisivo da competição teve a participação de 12 times (AABB, Bate Forte, Escolinha 10, Juventude, Os Amigos e PEC, Capão de Angico, Cruz Preta, Estrela Vermelha, João Godofredo, São Benedito e SB) foi o Estádio Municipal Neco Falcão que ficou com as suas dependências completamente lotadas pelos torcedores que foram prestigiar o evento esportivo.

Na ocasião, foram arrecadados mais de 1 tonelada de alimentos não perecíveis que serão doados para o Hospital Geral de Poconé e para o Lar São Vicente (Lar dos Idosos).

Antes da grande decisão foram realizados jogos amistosos e a disputa do 3º lugar onde os resultados foram:

Amistosos:

Seleção da Prefeitura 4 X 3 Estrela Vermelha;

Escolinha “10” 1 X 3 República do Pantanal (sub-13);

As Amigas de Celma 1 X 5 República do Pantanal (feminino).

Decisão do 3º lugar:

Juventude 4 X 4 São Benedito no tempo normal e na disputa dos pênaltis a equipe do São Benedito venceu por 4 a 3.

O prefeito Tata Amaral (PR) também prestigiou o encerramento do evento esportivo acompanhado de seu vice Caçamba, de secretários e diretores municipais e vereadores.

“Este foi um campeonato que reuniu 12 equipes somando 264 atletas participando. Parabenizo todos os participantes e reafirmamos o nosso compromisso com o esporte de Poconé”, disse Tata

As equipes campeãs receberam, além dos troféus, premiações em dinheiro.

1° lugar: Bate Forte (Campeão) – levou troféu e R$3.500,00;

2° lugar: João Godofredo – levou troféu e R$ 2.500,00;

3° lugar: São Benedito – levou troféu e R$ 700,00;

4° lugar: Juventude – levou troféu e R$ 300,00.

Artilheiro: Samuel Cunha do PEC – levou um troféu;

Goleiro menos vazado: Miguel Ângelo do João Godofredo;

Técnico destaque: Fábio do Bate Forte.

Por: Benedito Edmar (NPMP)

Comentários