MUNDO ▸ ELEIÇÕES 2020

Em queda nas pesquisas, Donald Trump agora defende uso de máscaras

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que durantes meses se negou a promover o uso de máscaras para combater a pandemia do novo coronavírus, publicou no Twitter nesta segunda-feira (20) uma foto em que aparece com o adereço, um gesto que considerou "patriótico".

Restando pouco mais de cem dias para as eleições, as críticas à política de Trump para combater a Covid-19 têm comprometido suas aspirações para a reeleição, com as pesquisas atribuindo a vantagem a seu adversário, o democrata Joe Biden.

Após desqualificar a gravidade da pandemia - que já matou 140 mil pessoas nos Estados Unidos - e apostar em um desaparecimento do vírus, as críticas contra o presidente têm se intensificado ante uma importante recidiva dos casos nos populosos estados do sul e do oeste do país, particularmente na Flórida.


Este aumento de contágios em estados-chave para ele chegar à Casa Branca, como o Texas ou a Flórida, obrigou o presidente a reavaliar seu discurso e recomendar o uso da máscara, o que não tinha feito até agora.

"Estamos unidos em nosso esforço para vencer o invisível vírus da China e muitas pessoas dizem que é patriótico usar uma máscara quando não se pode respeitar o distanciamento social", escreveu Trump em sua conta na rede social.

"Não há ninguém mais patriótico do que eu, seu presidente favorito!", concluiu.

Comentários