CIDADES ▸ COVID-19

Duas vacinas serão testadas em voluntários no estado de Mato Grosso

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fez alterações no mapa de testes das vacinas contra o coronavírus (covid-19) e inseriu os mato-grossenses na linha de voluntários para receber a dose. A Agência autorizou o aumento do número de pessoas nos estudos da vacina Sinovac (chinesa), em parceria com o Instituto Butantã. Antes, 9 mil iriam participar. Agora, serão 13.060 voluntários.

Mato Grosso também está entre as 11 unidades federativas que receberão doses da vacina Janssen-Cilag, do grupo Johnson e Johnson. A medida pode ser avaliada positivamente, já que apesar de apresentar uma redução significativa no número de óbitos em decorrência da doença, o Estado ainda tem um cenário preocupante no que se refere à taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTIs) exclusivos para pacientes com o vírus. Para se ter uma ideia, o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) aponta que dos 20 hospitais públicos com leitos do tipo, 12 estão com a taxa de ocupação acima da 60%, sendo que destes 5 superam a margem dos 90%, como é o caso da Santa Casa de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) que, nesta quarta-feira (23), estava com 110% das UTIs exclusivas ocupadas.

Ainda segundo o documento, em se tratando das internações de forma geral, a taxa de ocupação está em 60,71% para UTIs adulto e em 32% para enfermarias adulto.

O boletim também mostra que o Estado somou 1.229 novos casos da doença nas últimas 24 horas, chegando ao total de 117.299 registros. Os dados também apontam para 18 mortes causadas pela covid-19 no mesmo período, passando de 3.318 para 3.336. Do total de infectados, 15.263 estão em isolamento domiciliar e 97.938 estão recuperados.

Dentre os 10 municípios com maior número de casos de covid-19 estão Cuiabá (22.916), Várzea Grande (8.765), Rondonópolis (8.520), Lucas do Rio Verde (5.353), Sorriso (4.956), Sinop (4.844), Tangará da Serra (4.785), Primavera do Leste (3.810), Cáceres (2.630) e Campo Novo do Parecis (2.615).

O documento ainda aponta que um total de 93.872 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 582 amostras em análise laboratorial.

Comentários