POLÍTICA ▸ COMBUSTIVEL

Deputado Faissal usa de fake news para atacar Estado de Mato Grosso

O deputado estadual Faissal Calil (PV) utilizou de "fake news" para atacar sobre a cobrança de ICMS em Mato Grosso. Desta vez, em vídeo publicado nesta terça-feira (13) em seu perfil do Instagram, o parlamentar ressuscitou um assunto que circulou em março deste ano, dando conta que o Estado cobraria 25% de ICMS sobre o etanol, e não os 12,5% divulgados oficialmente.

O problema é que a "mentira é velha" e já foi desmentida várias vezes pelo Sindipetróleo. Os 25% aparecem nas notas fiscais de alguns postos porque os sistemas de T.I. de certos estabelecimentos buscam a informação sobre tributos no Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). E lá consta que a alíquota de ICMS do etanol em Mato Grosso é de 25%.

Porém o Estado concede 50% de desconto neste imposto, sendo a alíquota correta 12,5%. O sindicato já informou que trabalha junto ao IBPT para que a correção seja realizada, a fim de passar a informação correta ao consumidor. 

Comentários