POLÍCIA ▸ RECEM-NASCIDO

Delegado de Poconé aguarda DNA para tentar identificar mãe de bebê

A Policia Judiciária Civil, através da Delegacia de Policia do município de Poconé segue na investigação para identificar a mãe de um bebê recém-nascido encontrado morto às margens de uma estrada no Bairro São Judas, em Poconé no mês passado. O bebê, ainda com o cordão umbilical, estava embrulhado em um saco de lixo. 

De acordo com o Delegado de Policia, Dr. Mauricio Maciel, as investigações sobre o caso seguem, mais ainda não há uma conclusão definitiva da mãe da criança, porém ele confirmou que existem suspeitas e já foram realizadas algumas oitivas de testemunhas na Delegacia de Poconé para tentar elucidar os fatos.

O delegado diz que aguarda um exame de necropsia, onde terá uma conclusão técnica do óbito, visando esclarecer um possível homicídio, também esclareceu que já foram realizadas dois exames de DNA realizados em duas possíveis genitoras que seriam possíveis suspeitas.

Somente após os laudos, o Delegado poderá dar procedimento ao inquérito policial onde apura a morte do recém-nascido.

O Caso:

No ultimo dia 19 de outubro, um bebê recém-nascido foi encontrado morto às margens de uma estrada, em Poconé (MT). De acordo com a Polícia Militar (PM), a criança estava embrulhada em um saco de lixo, ainda com o cordão umbilical.

A PM informou que o recém nascido era um menino e estava sendo alvo de ataques de urubu no local. Os policiais tomaram conhecimento do caso após denúncia anônima.

“É uma notícia triste. Mesmo com anos de experiência dentro da polícia, ficamos abalados ao se deparar com uma situação assim”, disse um dos militares.

A polícia desconfia que o bebê foi retirado na última semana de gravidez. Os militares informaram que havia “sinais de parto”.

Comentários