ESPORTES ▸ SELEÇÃO

Coutinho, Neymar, Jesus e Firmino devem jogar juntos depois de um ano; Everton corre por fora

Philippe Coutinho, Neymar, Gabriel Jesus e Roberto Firmino. O técnico Tite ainda tem dois treinos em Singapura para ensaiar a formação que enfrenta Senegal, na quinta-feira, às 9h (de Brasília), mas a tendência para a partida é repetir um setor ofensivo que só jogou junto na vitória por 1 a 0 sobre a Argentina, na Arábia Saudita, em outubro do ano passado. O gol foi do zagueiro Miranda.

São cinco concorrentes para quatro vagas - Everton Cebolinha, do Grêmio, é quem corre por fora para buscar vaga no time de Tite. Ele foi titular na campanha vitoriosa da Copa América, competição da qual terminou artilheiro, com três gols.

Apesar da provável formação inicial contra o Senegal, com o desenho tático mais usado recentemente - ou seja, com dois volantes (Casemiro e Arthur) lado a lado, um meia (Coutinho) e três atacantes (na Copa América, Jesus na direita, Everton na esquerda e Firmino na frente) -, a produção ofensiva e o equilíbrio tático da equipe que vão determinar a manutenção dos titulares no time de Tite.

O técnico e seus auxiliares partem de duas escalações com sua frente ofensiva completa - ou seja, com todos jogadores considerados ideais para o momento da Seleção. O Brasil volta a treinar nesta tarde, às 17h30 (local), às 6h30 (de Brasília). O time titular só deve ser formado na última atividade antes do jogo, na próxima quarta-feira.

Formação 1:
Com Neymar pela esquerda, Coutinho pelo centro, como já atuou na Copa América e nos amistosos nos EUA, Jesus pela direita e Firmino na frente.
Nesta formação, a troca de posições de Neymar e Coutinho foi testada durante alguns poucos treinos nos EUA e ocasionalmente em campo - no fim da partida contra a Colômbia, forma que Neymar terminou o empate por 2 a 2.
Neste caso, Everton Cebolinha, destaque da Copa América, começaria no banco.

Comentários