MUNDO ▸ RESPOSTA

Clérigo iraniano diz que haverá retaliação se os Americanos atacarem Teerã

Um graduado clérigo iraniano advertiu nesta quarta-feira (22) que, se os americanos atacarem o Irã, os Estados Unidos e seu aliado Israel também serão alvos de ataques. Ahmad Khatami faz essa declaração em um momento em que a guerra de palavras se acirra após novas sanções impostas por Washington contra Teerã.

Khatami também disse a fiéis em Teerã que a proposta do presidente norte-americano, Donald Trump, de realizar negociações com líderes iranianos é inaceitável, uma vez que Trump quer que Teerã abra mão de seu programa de mísseis e de sua influência regional.

"Norte-americanos dizem que deveríamos aceitar o que eles dizem nas conversas. Então, isso não é uma negociação, mas uma ditadura. A República Islâmica e a nação iraniana combateriam uma ditadura", disse Khatami, segundo a agência de notícias Mizan, citada pela Reuters.

"O preço de uma guerra com o Irã é alto para a América. Eles sabem que se prejudicarem esse país e esse Estado na menor maneira, os Estados Unidos e seu principal aliado na região, o regime sionista (Israel), serão visados", disse Ahmad Khatami.

Nesta terça-feira (21), o Irã apresentou o caça "Kowsar" durante um desfile militar em Teerã. A televisão estatal divulgou imagens do presidente iraniano, Hassan Rohani, na cabine do avião, que é o primeiro avião de combate 100% produzido no país.

Comentários