MUNDO ▸ PRISÃO

Chinês é condenado por queimar cabo de internet por conexão lenta

Um homem foi condenado a sete anos de prisão na China por ter queimado uma caixa de telecomunicações de fibra óptica, em via pública, irritado com a lentidão da conexão.

Momentos antes, ele havia deixado um cybercafé da cidade reclamando da lentidão da rede.

Lan cometeu o crime em junho passado e foi encontrado graças à arma do crime, segundo o tribunal da cidade de Cenxi, na província de Guangxi: um isqueiro.

Seu ato derrubou a internet em um hospital público da cidade e em quase 4 mil residências, por um período de 24 a 48 horas.

O "dia de fúria" de Lan causou danos de quase 20 mil yuans (cerca de R$ 17,5 mil na cotação atual).

Comentários