ESPORTES ▸ ESTADUAL

Cavalo pantaneiro galopa firme na volta à 1ª Divisão do estadual de Mato Grosso

Voltando à Primeira Divisão do Campeonato Mato-grossense, o Poconé mantém o técnico vice-campeão da Segunda Divisão, o cuiabano Hugo Alcântara, ex-jogador profissional do futebol europeu, com passagens de treinador em algumas equipes de Mato Grosso, como Ação e Dom Bosco.

Renovado com o Cavalo Pantaneiro para a disputa do Estadual 2020, o técnico Hugo está trabalhando juntamente com o presidente Orivaldo Rondon na montagem do elenco, que segundo ele, será com jogadores de sua confiança e aproximadamente cinco nomes de outros estados. Em 2019, Hugo conseguiu a permanência do Dom Bosco na Primeira Divisão, mesmo com uma equipe formada por atletas locais. Na Segundona, foi o segundo acesso do técnico.

“Estamos montando o time caseiro, com umas cinco peças de fora. Não posso falar nomes por enquanto, até concretizarmos as assinaturas. Mas será uma média de 25 jogadores no elenco, base de jogadores que já trabalharam comigo, que acreditam no nosso trabalho e no nosso caráter. Pretendemos iniciar os treinamentos no dia 10 de dezembro”, disse o técnico Hugo Alcântara.

De acordo com o comandante do Poconé, em uma competição com formato apenas de um turno, uma das armas para buscar a permanência será usar o fator casa, fazer prevalecer os jogos dentro do acanhado estádio Neco Falcão, onde sempre dificulta para os adversários. Dos nove jogos garantidos na primeira fase, cinco serão em Poconé, contra União, Dom Bosco, Luverdense, Cuiabá e Araguaia.

A estreia do Poconé no Campeonato Mato-grossense está marcada para o dia 21 de janeiro, às 20h10, contra o Operário-VG, no estádio Dito Souza, no Cristo Rei.

Comentários