POLÍTICA ▸ TELEFONIA

Audiência sobre qualidade da telefonia móvel e internet em Poconé tem resultados práticos

Notificada pelo Procon,operadora garantiu que serão trocados dois equipamentos de rádio utilizados na transmissão de sinal no município.Com um prazo muito rápido, a audiência pública do deputado Romoaldo Júnior (MDB) para tratar da qualidade da telefonia móvel e da conexão de internet banda larga na cidade de Poconé, localizada a 100 quilômetros da Capital, já apresentou resultados positivos, pois a operadora Vivo anunciou medidas para melhorar o sinal de dados e de telefonia na região.  Notificada pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Mato Grosso (Procon), a Vivo garantiu que serão trocados dois equipamentos de rádio utilizados na transmissão de sinal em Poconé, sendo um deles neste mês de junho de 2019 e o segundo em julho. Segundo a empresa, tratam-se de equipamentos com maior capacidade de processamento, o que deve proporcionar mais qualidade na rede de transmissão e, assim, melhora dos serviços voz e dados.

Toda a cidade de Poconé reclama da calamidade dos serviços, mas os moradores do Núcleo Habitacional Cidade Rosa (Cohab Nova) são os mais prejudicados com instabilidade e interrupção do sinal de telefonia móvel e baixa qualidade de navegação na internet. Moradores, estudantes e comerciantes reclamam principalmente da rede de dados, o que estaria comprometendo diretamente as atividades educacionais, bem como o comércio local, já que as operações de débito e crédito dependem de sinal de internet.

As reclamações foram apresentadas durante Audiência Pública que o deputado realizou, a pedido da câmara de vereadores, especialmente pelo vereador Marcio Fernandes - o Marcinho do MDB, no dia 08 de maio deste ano. Além do Procon, participaram representantes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de moradores. Na ocasião, foi feito um abaixo-assinado para subsidiar o trabalho das instituições.

O deputado disse que se sente otimista e está satisfeito com os resultados trazidos com a realização da audiência. “Esperamos, o mais breve possível, que melhore a qualidade do serviço de celular em Poconé, vamos cobrar em nível estadual e nacional, porque no século em que nós estamos não pegar celular direito em uma cidade tão próxima da capital é um absurdo. Ter uma comunicação acessível é fundamental para a inclusão das pessoas. Todos necessitam. As empresas do segmento precisam investir mais para atender o consumidor".

Com as medidas anunciadas pela empresa, a coordenadora do Procon de Poconé, Jossielma Alves da Silva, espera que a questão seja resolvida em definitivo. “Os problemas com telefonia móvel iniciaram em 2017. Em dezembro de 2018 notificamos todas as operadoras, mas recebemos a resposta de que nada anormal havia sido identificado. Acredito que com essas novas ferramentas poderemos ter avanços na prestação do serviço”.

A Secretária-adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Gisela Simona, destacou que os serviços de telecomunicações em Mato Grosso precisam de mais investimentos, uma vez que os pacotes de telefonia móvel e dados continuam sendo comercializados no interior e, muitas vezes, sem a devida cobertura por parte das empresas. “Essa é uma das lutas do Procon estadual junto ao setor, já que não temos uma cobertura uniforme em todo o estado, principalmente em relação ao sinal 3G e 4G”.

IMPORTANTE SABER – O Procon-MT lembra aos usuários de telefonia a importância de formalizar as reclamações, seja presencialmente, junto ao Procon ou pela plataforma www.consumidor.gov.br . Os registros são fundamentais para que órgão possa acompanhar a situação da cobertura de telefonia em Mato Grosso e cobrar soluções por parte dos fornecedores.

Comentários