MUNDO ▸ GUERRA

Após Bolsonaro anunciar que deve importar diesel da Rússia, Zelensky fala sobre sanções

O presidente Jair Bolsonaro e o líder da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, conversaram por telefone nesta segunda-feira (18), informou o governo ucraniano.

Zelensky disse ter informado Bolsonaro sobre "a situação no front" e sobre o bloqueio à saída de grãos da Ucrânia -- o país é um dos principais fornecedores de grãos para o mundo, ao lado da Rússia. A Bolsonaro, o presidente ucraniano reforçou o pedido de sanções contra a Rússia.

"Informei (ao presidente Jair Bolsonaro) sobre a situação no front. Discuti a importância de retomar as exportações de grãos ucranianos para prevenir uma crise global dos alimentos provacada pela Rússia. Eu peço que todos os parceiros comerciais se unam às sanções contra o agressor", disse Zelensky, em uma publicação em uma rede social após o telefonema.

A conversa acontece dias depois de Bolsonaro anunciar que o Brasil pode começar a receber óleo diesel da Rússia em 60 dias.

Em fevereiro, dias antes de a Rússia invadir a Ucrânia, o presidente brasileiro viajou a Moscou e se reuniu com o líder do país, Vladimir Putin, no Kremlin. A visita foi crítica por governos internacionais, inclusive o dos Estados Unidos.

O governo brasileiro ainda não se manifestou sobre a ligação.

Comentários