POLÍCIA ▸ BANDIDOS DA MOTO

Após 18 anos, dupla é presa por matar segurança de factoring em VG

Dois homens com prisões preventivas decretadas por um homicídio ocorrido há 18 anos, em Várzea Grande, foram presos nesta quinta-feira (21.05) pela Polícia Civil, em ação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ambos têm sentença condenatória, com trânsito em julgado, a 12 anos e seis meses de prisão, em processo da 1ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Com informações sobre os possíveis paradeiros e apoio do Núcleo de Inteligência da DHPP, os policiais fizeram diversos levantamentos para localizar os dois verificando, inclusive, a existência de mandados de prisão preventiva em aberto, decorrentes da condenação pelo crime. Após diligências de equipes da DHPP, um dos homens foi localizado em sua residência, no bairro Ouro Branco, em Várzea Grande.

Já o segundo foi preso no bairro Planalto, em Cuiabá. Os suspeitos foram conduzidos para a sede da DHPP e em seguida encaminhados para realização de exame de corpo de delito.

Após os exames, foram para a unidade prisional do Capão Grande, onde ficarão à disposição da justiça. Os suspeitos foram condenados pelo homicídio de Estefânio Herculano de Oliveira, ocorrido em 2002, em Várzea Grande.

A vítima trabalhava como vigilante em uma empresa de fomento mercantil. Em 2002, o homem identificado como um dos mandantes do crime, por meio de um intermediário, contratou dois pistoleiros para executar a vítima, que tinha 61 anos na época.  

O vigilante foi atingido por tiros, no dia 13 de outubro, na Cohab Dom Bosco, em Várzea Grande, quando ia de bicicleta para o trabalho. Ele foi abordado por dois homens em uma motocicleta vermelha, que dispararam diversas vezes.

A vítima foi socorrida, mas morreu no dia seguinte, no Pronto-Socorro.

Comentários