CIDADES ▸ VEJA VIDEO

Ameaças contra famílias quilombolas continuam na cidade de Poconé

Mais um Boletim de Ocorrência por ameaças foi confeccionado na delegacia de Poconé. Desta vez, dois homens foram gravados em vídeo, um deles dizendo que era policial e pai de policial na cidade Poconé, além de dizer claramente que estava a mando dos fazendeiros, ainda citou o nome do delegado da cidade.

Lembrando que esse boletim não foi o único, já houve vários registros, em datas anteriores, entre eles, por derrubar cercas e cortar mata burro com motosserra, outro com supostos policiais que deram tiros a residência de uma das famílias remanescentes.  Neste caso, as investigações não foram concluídas.

A impunidade está tirando o sono dos trabalhadores desta comunidade. O que a justiça está esperando para fazer seu papel?

A placa que indicava a localidade e a lei de homologação como comunidade remanescente quilombolas também foi arrancada e levada.

Veja o vídeo gravado no dia 23/03/2021 pelo o presidente da Comunidade Quilombola Carretão:

Um documento de autenticação como remanescentes Quilombolas foi homologado no dia 25 de Outubro de 2017, em Brasília – DF; os Herdeiros da Fazenda Carretão no município de Poconé provaram através de documentos, fotos e até mesmo a existência de cemitério na comunidade aos órgãos públicos federais que são de fato remanescentes na área, mesmo assim os Irmãos fazendeiros continuam ameaçando os remanescentes.

Na terra, as famílias plantam arroz, feijão, milho, banana e tem criação de animais para complementar a renda familiar, vaca leiteiras, porcos, galinhas e outros.

Quantas famílias já não ficaram órfãs por causa desta disputa de terras no Brasil?

Veja Video:

 

Comentários