CIDADES ▸ PIRACEMA

Agenciador é preso com 370 kg de pintado no Pantanal de Mato Grosso

Fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) prenderam nesta segunda-feira (6) um homem com 370 quilos de pescado ilegal. Os peixes foram capturados na região de Barão do Melgaço, no Pantanal mato-grossense, e o suspeito foi preso quando chegava em Cuiabá.

Celso Luiz Brito, de 58 anos, foi encaminhado para a Delegacia Especializadas do Meio Ambiente (Dema).

Segundo a PM, o suspeito é um dos maiores "agenciadores" de pescado ilegal da Baixada Cuiabana. Ele e outros traficantes de pescado não pescam diretamente no rio, mas adquirem o pescado ilegal dos pescadores ilegais para redistribuir e vender para o comércio.

"Eles agenciam todo esse ciclo da pesca predatória. Desde fornecer equipamentos de pesca predatória, rede, canoas, estrutura, para que esses pescadores, lá na ponta, retirem os peixes dos rios. Então, eles compram por um preço baixo e revendem por um preço bem mais alto e ganha essa diferença", disse o major Jean Holz.

Por causa da piracema, a polícia tem reforçado a fiscalização nos rios de Mato Grosso, principalmente no Pantanal.

Foram apreendidos 210 kg de pintado sem cabeça e 160 kg de filé de pintado.

O suspeito teve o carro apreendido.

O pescado apreendido passará por perícia. Se a Vigilância Sanitária avaliar que tem condições de consumo, os peixes serão doados para instituições filantrópicas e, caso não estiver, será incinerado.

Comentários