NACIONAL ▸ BRIGA

Acusado de travar privatizações, Rodrigo Maia chama Guedes de desequilibrado

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, rebateu nesta quarta-feira (30) a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que haveria boatos de que Maia, em acordo com a esquerda, teria travado a aprovação das privatizações, que são pauta do Governo Federal.

Em conversa com o blog nesta quarta-feira, Maia reagiu. “Paulo Guedes quer desviar o foco do debate do teto de gastos. Ele não tem base, não tem voto para aprovar privatização e nem CPMF. E a culpa é dos outros?”.

Mais cedo nesta quarta, Guedes falou em live de que haveria boatos de um acordo entre o presidente da Câmara e a esquerda para "não pautar as privatizações".

"Não há razão para interditar as privatizações. Há boatos de que haveria acordo entre o presidente da Câmara e a esquerda para não pautar as privatizações. Precisamos retomar as privatizações, temos que seguir com as reformas e temos que pautar toda essa transformação que queremos fazer. A retomada do crescimento vem pela aceleração de investimentos em cabotagem, infraestrutura, logística, setor elétrico, das privatizações, Eletrobrás, Correios... Estamos esperando", disse.

Comentários