Municípios pantaneiros terão equipes exclusivas de combate ao fogo
Fonte: Da Redação 21/05/2024 ás 18:49:24 1007 visualizações

Neste ano, cinco municípios pantaneiros contarão com brigadas exclusivas de prevenção e combate aos incêndios florestais. Distribuídas estrategicamente por Poconé, Barão de Melgaço, Santo Antônio do Leverger, Nossa Senhora do Livramento e Cáceres, as equipes terão como objetivo atuar, principalmente, nas unidades de conservação (UC) a partir de 1º de julho, quando começa o período proibitivo de uso de fogo na zona rural.

Entre essas unidades estão os Parques Estaduais Encontro das Águas e do Guiará, além da Reserva de Patrimônio Nacional do Sesc Pantanal. De acordo com o Governo do Estado, o trabalho contará com 49 bombeiros e brigadistas fixos na região do bioma, além de um avião para o combate às queimadas.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, as equipes serão divididas entre duas brigadas municipais e três brigadas estaduais mistas, que são compostas por bombeiros militares e brigadistas civis; uma base descentralizada; e cinco equipes de intervenção e apoio operacional do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA).

A informação foi divulgada durante reunião com a sociedade civil e órgãos competentes em Porto Jofre, distrito de Poconé (a 110 km ao Sul de Cuiabá). “Anualmente, disponibilizamos equipes adicionais em todo o Estado para garantir o reforço necessário para o combate ao fogo. Por isso, neste ano, serão 49 homens dedicados exclusivamente no Pantanal mato-grossense, com a possibilidade de reforço com mais equipes, caso o cenário se agrave ao longo dos meses”, disse o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges.

Segundo Borges, as equipes contam com bombeiros altamente capacitados, especialistas em incêndios florestais. A ação faz parte do Plano de Operações da Temporada de Incêndios Florestais do Estado, que estabelece gestão compartilhada, monitoramento com satélites, responsabilização, fiscalização, prevenção e combate e proteção da fauna.

O Corpo de Bombeiros contará ainda com quatro pistas de pouso para o uso de seis aeronaves para apoio das equipes em solo. As pistas ficam localizadas em Poconé, Porto Jofre, Fazenda Ilha Camargo e Sesc Pantanal.

“Os locais onde as equipes serão baseadas foram definidos a partir de um estudo técnico das regiões, historicamente, mais afetadas pelo fogo. Assim, podemos garantir um combate mais eficiente contra os incêndios florestais”, explicou a tenente-coronel Pryscilla de Souza, comandante do BEA.

No combate aos crimes ambientais, o Estado prevê investir, neste ano, R$ 74,5 milhões. Os recursos estão concentrados nas ações de prevenção e combate aos incêndios florestais, que terão investimento de R$ 30,9 milhões, para locação de quatro aviões e contratação de 150 brigadistas, entre outras.

PROIBIÇÃO - Neste ano, o período proibitivo de uso do fogo foi ampliado e contará com prazos diferentes para os biomas mato-grossenses. Na Amazônia e Cerrado, fica proibido o uso do fogo para limpeza e manejo de áreas entre 1° de julho e 30 de novembro. Já no Pantanal, a proibição se estende até 31 de dezembro.


Enviar um comentário
Comentários
Mais notícias