Estudo comprova desmatamento zero em parte da região produtora de café de Rondônia; entenda
Fonte: Da Redação 23/04/2024 ás 19:04:34 584 visualizações

Um estudo conduzido pela Embrapa comprovou a sustentabilidade do café produzido na região "Matas de Rondônia". O estudo, feito com o uso da geotecnologia e com o apoio de imagens de satélite, registou desmatamento zero em 7 dos 15 municípios que compõem a região.

A área classificada como "Matas de Rondônia" na Identificação Geográfica abrange 15 municípios. São eles:

Alta Floresta D'Oeste

Alto Alegre dos Parecis

Alvorada D'Oeste

Cacoal

Castanheiras

Espigão D'Oeste

Ministro Andreazza

Nova Brasilândia D'Oeste

Novo Horizonte do Oeste

Primavera de Rondônia

Rolim de Moura

Santa Luzia D'Oeste

São Felipe D'Oeste

São Miguel do Guaporé

Seringueiras

Dados positivos

O monitoramento foi feito entre 2020 e 2023 e em menos de 1% da área total ocupada pela cafeicultura, foram encontrados traços de retiradas de áreas florestais. Ou seja, o estudo mostra que mais da metade dos municípios que compõem a região "Matas de Rondônia" são cobertos por florestas.

Além disso, o estudo também destaca a contribuição das reservas indígenas. Segundo a Embrapa, são os indígenas "que preservam e conservam grandes “blocos” de florestas nativas primárias num total de 1,2 milhão de hectares".

Ainda de acordo com a Embrapa, dos 37 mil imóveis rurais da região das Matas de Rondônia, declarados no Cadastro Ambiental Rural (CAR), menos de 9 mil se dedicam à cafeicultura, e, destes, 95% são pequenas propriedades familiares, com 3,5 ha cultivados com café, em média.

Robusta Amazônico

O café de Rondônia conquistou, em junho de 2021, a primeira Indicação Geográfica com Denominação de Origem (DO) para café canéfora sustentável. Para denominar essa nova Identificação Geográfica, foi feito um estudo, que começou em 2018.

O relatório do Exame de Mérito realizado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) descreve o perfil sensorial do café como: doce, chocolate, amadeirado, frutado, especiaria, raiz e herbal. “Uma nova ótica sensorial com paleta específica e característica dos cafés canéfora”.

Enviar um comentário
Comentários
Mais notícias