DENUNCIA

PROCESSO ADMINISTRATIVO

17/11/2016 às 14:03:22 Enviar Imprimir
Vereador eleito de Poconé tem condenação e corre risco de não ser diplomado pela Justiça Eleitoral

O vereador eleito, Itamar Lourenço da Silva (PSDB) corre o risco de não ser diplomando para exercer a função no poder legislativo do município de Poconé. Itamar foi o terceiro vereador mais votado com 636 votos.

Itamar foi ex-diretor do Pronto-Socorro de Várzea Grande e foi condenado em julho deste ano por crime contra Administração Pública. A decisão foi publicada no Jornal Oficial dos Municípios (AMM).

De acordo com ato, a condenação contra Itamar Lourenço ocorreu após a instauração de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) da Prefeitura de Várzea Grande. O ex-gestor estava sendo investigado por suposto ato de improbidade administrava, ligado à má aplicação do dinheiro público no município.

O PAD foi instaurado em 19 de maio deste ano, sendo concluso em 27 de junho, após a prefeita Lucimar Campos (DEM) acatar, em todos os seus termos, o Relatório proferido pela Comissão Permanente de Sindicância e Processos Administrativos Disciplinares.

Itamar Lourenço ocupou a função de diretor do Pronto-Socorro de Várzea Grande na gestão do prefeito cassado, Wallace Guimarães (PMDB), desempenhou a função de Assessor de Gestão na Secretaria de Saúde do município na gestão do peemedebista e também foi Secretário de Saúde do município de Poconé.

 

  • GALERIA DE FOTOS


COMENTÁRIOS